Blog do Mario

2009/09/02

Acabei de morrer, agora é a vez de vocês

Filed under: cristianismo puro — mariogoncalves @ 4:03 pm


Rascunho sobre Atos 1.8

“Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra”.

Quando recitamos ou lemos esse verso do primeiro capítulo do livro de Atos, enfatizamos o vocábulo grego dynamis de tal forma que perdemos de vista outra palavra imprescindível para a correta compreensão dessa famosa passagem: testemunha.

Dynamis pode ser traduzido por poder, virtude, dinamismo e lançando nesse texto bíblico um olhar neopentecostal, empresarial, capitalista (…), acabamos alimentando o deus deste século e todas as suas formas de desejos já apontados quase dois mil anos atrás pelo Apóstolo João, em sua primeira carta. Concupiscências.

Testemunha é martyrios no texto grego original, é aquele que, se for preciso, morre pela causa, dá literalmente a sua vida por aquilo que acredita. Encontrei essa excelente definição no Blog Assim Mesmo: “O mártir é aquele que, podendo escapar, não o faz. É testemunha da sua própria entrega.”

Vivendo no natural (na carne como dizemos), não teríamos condições de enfrentar a morte defendendo Jesus e seu Evangelho. Então Ele diz “fiquem em Jerusalém, para receberem poder pra morrer”. Ou então “acabei de morrer… agora é a vez de vocês… porém esperem o revestimento do alto pra que vocês não tenham os valores e bens deste mundo como mais preciosos que Eu e então, dessa forma, não queiram mais morrer”.

Anúncios

2 Comentários »

  1. Paz do Senhor
    Que grande verdade é essa de que nao queremos mas morrer hein…
    Na verdade vejo que o crente quer cada dia + ser cheio de "poder"… e por essa busca neopentecostal insessante de um sobrenatural nao consiguimos + pensar no exemplo de Jesus e dos martires que nos antecederam que amando aquilo no qual acreditavam deram sua vida pala causa.

    Comentário por Felipe — 2009/09/04 @ 12:22 pm | Responder

  2. Felipe, em algum momento da história (talvez em meados do 3ºséc.)houve essa transição de postura/atitude dos cristãos frente aos desafios do Evangelho.

    A perseguição purifica as intenções, de modo que qdo a Igreja sai da marginalidade ela ganhou e perdeu. Ganhou espaço e liberdade de expressão, mas perdeu sua integridade e sua missão…

    Abraços!

    Comentário por Mario — 2009/09/04 @ 2:59 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: